sexta-feira, 22 de julho de 2011

Reformulação do Blog Edições AG

A partir de hoje: 22/07/2011, vamos iniciar a Rede Social de Textos, similar ao YouTube para vídeos. Os textos poderão ser avaliados pelos participantes de cada grupo formado (poesia, conto, crônica, ensaio, roteiro de curta e longa metragem, peça de teatro, etc...) que contribuirá assim para uma leitura crítica (no bom sentido) da obra no intuito de aprimoramento de cada participante. Cada grupo contará com um Moderador escolhido pelos associados ao Grupo e que cuidará para que haja o melhor aproveitamento para todos. Paralelamente iniciaremos a montagem das Oficinas e dos Grupos de Discussão e Debates sobre a Arte de Escrever. Cada autor associado ao Blog poderá iniciar a discussão de qualquer tópico cujo teor lhe interesse saber mais e ter uma visão mais ampla do assunto. Por exemplo:
Como usar o Twitter para aprimorar nossa escrita? É possível?
Regras na poesia ainda são cabíveis hoje?
Etc....

Um abraço

Arnaldo Giraldo
Edições AG
www.giraldo.org
agiraldo@uol.com.br

2 comentários:

Vivi disse...

Muito interessante a abertura deste espaço. Será uma alegria cereja participar... vi ferreira

algemas da alma disse...

O jardineiro

Amargamente chora o bom jardineiro
Porque caiu do seu canteiro uma flor
Aquela que ele zelou com um amor verdadeiro
Agora lhe causam as lágrimas de dor

Era a mais bela de seu canteiro
Exalava o perfume do mais puro amor
Beija-flores borboletas eram atraídos pelo seu cheiro
E o jardineiro se alegrava com esse suave odor

Ele sempre a regava com muitos carinhos
Protegendo-a com responsabilidade e prazer
Calejava suas mãos tirando os espinhos
Fazendo de tudo para sua beleza permanecer

E em todas as manhãs radiantes
Ele chegava ao seu amável canteiro
E se alegrava ao ver a flor amante
Sempre linda exalando o seu cheiro

Numa tarde, porém que tristeza!
Lá estava morrendo sua mais linda flor
O sol cruel havia roubado a sua beleza
Deixando-a muito pálida pelo o calor

Chorou amargamente o bom jardineiro
Ao ver a sua flor prestes a cair no chão
Aquele que ele dedicou um amor verdadeiro
Não poderia estar ali naquela situação